Arvores ideais para calçadas – 7 espécies para você escolher

Arvores ideais para calçadas – 7 espécies para você escolher

As árvores são elementos especiais e fundamentais em ruas e avenidas. Além de embelezar, elas possuem um importantíssimo papel no equilíbrio térmico. Também colaboram com a redução da poluição sonora e do ar e ainda fornecem sombra, refúgio e alimento para as diferentes espécies de aves.

São inúmeros os benefícios que as árvores nos proporcionam, eles não param por aqui, podemos citar a produção de oxigênio, a proteção contra ventos, á fixação de carbono e também a função de regulação das chuvas.

Porém é importante não esquecer que a escolha correta da espécie para o plantio em calçadas é fundamental.

Em primeiro lugar, se você deseja plantar uma árvore na calçada da sua casa, deve procurar a prefeitura da sua cidade.

Normalmente, você pode solicitar o plantio à prefeitura, ou buscar as mudas no viveiro municipal, isso muda de cidade para cidade.

É muito importante prestar atenção na escolha da árvore. Mesmo que exista a definição do porte das espécies, o plantio da árvore errada pode provocar muita dor de cabeça no futuro.

Tubulações de água e esgoto estourados e quebra do piso de calçadas provocadas pelas raízes, galhos que se entrelaçam na fiação da rede elétrica, galhos que ameaçam cair a qualquer momento, frutos pesados e ramos espinhentos que ferem os pedestres, sujeira e mal cheiro advindo de frutos, folhas ou flores caídos que entopem calhas e bueiros, entre muitas outras situações desagradáveis e perigosas.

Cortar uma árvore sem autorização pode lhe render multas pesadas e, dependendo da espécie, ser considerado crime ambiental. Você terá que solicitar o serviço e aguardar que aprovem. Então escolha bem, pois uma árvore pode viver mais tempo que você.

Confira uma lista com 7 espécies que são indicadas para calçadas.

1. Manacá da Serra: Tibouchina mutabilis

O Manacá é uma belíssima árvore que nos proporciona admirar suas flores em três cores diferentes simultaneamente: brancas, rosas e roxas, de acordo com a idade da flor. Atinge até 6,0m de altura.

2. Pata-de-vaca: Bauhinia foficata

Árvore brasileira, nativa da Mata Atlântica, de porte médio com uma das mais belas flores e folhagens.

 

Possuem raízes profundas que não estouram as calçadas. Uma ótima opção para ser usada como decoração e em regeneração de matas degradadas.

3. Quaresmeira: Tibouchina granulosa

É uma árvore de pequeno porte e raízes profundas. Elegante e bela, apresenta uma linda floração roxa que ocorre duas vezes por ano.

Possui um fruto bem pequeno e é uma das principais árvores utilizadas na arborização urbana no Brasil.

4. Dama-da-noite: Murraya paniculata

Também conhecida como Murta-de-cheiro; Jasmim-laranja; Murta; Murta-da-Índia e Murta-dos-Jardins, a Dama-da-noite é um arbusto grande (ou arvoreta) que pode alcançar até 7,0m de altura.

É muito utilizada para a formação de cercas-vivas.

A Dama-da-noite apresenta ramagem lenhosa e bastante ramificada. Suas folhas são pinadas, com 3 a 7 folíolos pequenos, elípticos, glabros e perenes. Durante todo o ano produz inflorescências terminais, com flores de coloração branca.

5. Flamboyant-mirim: Caesalpinia pulcherrima

É uma árvore (alguns consideram arbusto lenhoso) de pequeno porte da família das leguminosas. De rápido crescimento, suas folhas são recompostas com folíolos pequenos e permanentes.

Sua copa tem um formato arredondado e pode atingir de 3,0m a 4,0m de altura. Suas flores são vermelhas, alaranjadas, amarelas, rosas ou brancas dependendo do cultivar, dispostas em cachos paniculares. Sua época de floração é entre setembro e maio.

6. Escova-de-garrafa: Callistemon ssp

As escovas-de-garrafa apresentam porte arbustivo ou de árvore pequena alcançando de 3,0m a 7,0m de altura. Suas folhas são em geral pequenas lanceoladas a lineares, verdes, sésseis, perenes e aromáticas, que vão se tornando bronzeadas com o tempo.

Mas é nas inflorescências que reside o encanto desta árvore. Elas têm um formato cilíndrico com numerosos estames, semelhantes às escovas utilizadas para lavar garrafas. São muito resistentes à seca.

7. Cássia-do-nordeste: Senna spectabilis

É uma árvore da família das fabáceas, conhecida por diversos nomes populares como: Cássia; Cássia-do-nordeste; Cássia-macranta; Habú; Fedegoso do Rio e Macrantera. De crescimento rápido, atinge um porte de até 4,0m por 4,0m de diâmetro da copa arredondada.

As folhas são pequenas e caducas. A floração decorre entre março a abril e origina flores de cor amarela. A frutificação é do tipo vagem e decorre de abril a maio. É uma planta com origem no Brasil.

A diversidade de árvores é enorme e você pode gostar justamente de uma que viu na calçada de um amigo, em uma praça, parque ou sítio.

Para ter certeza de que é uma espécie adequada para as características que a sua calçada possui, procure a prefeitura da sua cidade e verifique com os profissionais de plantão se a espécie que deseja pode mesmo ser plantada.

 

FONTE: Dica da Arquiteta | Elyzia Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *